Lojas online disparam 150% em apenas dois anos

Lojas online disparam 150% em apenas dois anos

O número de páginas na Internet com comércio eletrónico em Portugal cresceu quase 150 por cento entre 2010 e 2012, para um total de 17.097, revela um estudo da Email Brokers, divulgado esta terça-feira.

 

«Em 2010 existiam 7.167 websites portugueses que ofereciam a possibilidade aos internautas de encomentar online. Hoje, há 17.097 websites, ou seja, um aumento de quase 150% em apenas dois anos», disse à Lusa o diretor-geral da Email Brokers Ibérica, Joel Machado.

O estudo, segundo a empresa que se dedica ao marketing interativo e ao e-mail marketing, foi realizado durante o terceiro trimestre deste ano.

 

Para Joel Machado, «o ano de 2012 irá destacar-se pelo protagonismo ganho pelos TPE [pagamentos eletrónicos] na Internet».

Isto porque mais de um terço (38%) das novas páginas na Internet integram o comércio eletrónico nas suas estratégias de desenvolvimento comercial, adiantou.

«Em Portugal, o mercado dos pagamentos eletrónicos na Internet é dominado pela PayPal. Para apurar estes dados a Email Brokers analisou 307.091 websites profissionais e comerciais portugueses».

Questionado sobre o desempenho do mercado português em relação ao resto da Europa, Joel Machado disse que atualmente, os quatro países com maior crescimento de websites são a República Checa (11%), França (10%), Portugal (9%) e Hungria (9%).

«No entanto, nem todos os aspetos são positivos», uma vez que «muito poucas empresas dispõem de websites (atualizados ou que cumpram os requisitos) que lhes sirvam de montra, aproveitando assim as oportunidades que lhes oferece o e-commerce [comércio eletrónico]».

 

Portugal é «o elo fraco da União europeia nesta matéria: a sua saúde profissional vai continuar a enfraquecer enquanto a Internet não for considerada como um parceiro económico essencial».

Mais dois terços (67%) das páginas eletrónicas em Portugal não são atualizadas há mais de um ano, refere o estudo, que adianta que 83% dos sítios portugueses na Internet «não cumprem os requisitos legais».

Atualmente existem 417.653 sítios na Internet em Portugal, dos quais 307.091 são de essencialmente de cariz profissional ou comercial.

As páginas de cariz não comercial totalizam os 31.601, enquanto as que são dedicadas ao serviço público ascendem a 7.082.

O estudo identificou 24.054 blogues e fóruns na Internet e 47.825 websites de cariz privado.

 

A maior parte (95%) das empresas portuguesas «não percebe nada da Internet, nem da economia digital, mas paradoxalmente são das que mais usam as redes sociais», lê-se no estudo.

A Email-Brokers adianta que segundo a União Europeia, a economia digital cria 2,6 postos de emprego por cada posto offline perdido.

A tecnológica belga anunciou também a entrada em Portugal, onde vai criar uma base operacional para o mercado ibérico, com um investimento inicial de um milhão de euros a ser aplicado até 2015.

Sobre contratações, a médio prazo (seis meses), a base da equipa operacional irá incluir, além do presidente executivo e diretores, duas pessoas por país (Portugal, Espanha e Brasil).

«Iremos criar postos de trabalho indiretos, mediante parcerias com agentes corporativos e independentes. A longo prazo, o aumento dos postos de trabalho estará dependente dos resultados e das necessidades da empresa», adiantou Joel Machado.

A Email Brokers escolheu a cidade do Porto para a sua sede. Questionado sobre a razão, o diretor-geral da tecnológica explicou que tendo em conta a atividade da empresa, a localização estratégica não é muito importante.

Fonte

 

Solicite Um Orçamento

Fazemos um cuidadoso estudo das necessidades de cada cliente, de forma a obtermos os melhores resultados. Marque já uma visita comercial sem compromisso à sua empresa e conheça melhor as nossas soluções.

Este website utiliza cookies para melhorar a sua navegação. Ao navegar neste website, consente a que os cookies sejam guardados no seu browser.
Concordo